sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Governo do Paraná autoriza abertura de concursos com 19 mil vagas

                          www.imagemfolheados.com.br/parceria/?a=26315 
  
                        Governador Beto Richa, Vice Governador e Secretario da Educação Fravio Arns,Secretário Reinaldo de Almeida César Sobrinho SESP, Casa Civil Luiz Eduardo da Veiga Sebastiani Secretaria Fernanda Richa SEDS, Comandante Geral PM Coronel Roberson Luiz Bonbaruk participa da solenidade em comemoração aos 158 anos da Policia Militar do Paraná, . Curitiba, 10.08.12. Foto ANPr.
O governador Beto Richa autorizou nesta sexta-feira (10/08), em Curitiba, a abertura de concursos públicos para a contratação de 19.435 servidores para as áreas da educação e segurança pública. São 5.264 policiais militares e bombeiros, 400 delegados e 13.771 professores e pedagogos. 

“A maior contratação de servidores públicos da história do Paraná é um ato de respeito deste governo a todos os cidadãos paranaenses”, disse o governador. “Estamos honrando os compromissos assumidos no plano de governo em áreas prioritárias desta gestão e garantindo mais qualidade de vida a população”.

De acordo com o Richa, os concursos já estão em fase de preparação, com a abertura do processo licitatório para a contratação da instituição que realizará o processo seletivo. Os editais deverão ser divulgados nos próximos 60 dias e as provas realizadas ainda neste ano. 

A assinatura dos documentos aconteceu durante a solenidade em comemoração aos 158 anos da Polícia Militar do Paraná, no Palácio Iguaçu. No ato, o governador lembrou que neste ano foram integrados às forças de segurança do Estado 3.120 novos policiais.

POLICIAIS – Para o ingresso na carreira de praças da Polícia Militar serão destinadas 4.445 vagas para policiais. Além disso, serão preenchidas 819 vagas de bombeiros. O concurso para a Polícia Civil ofertará 400 vagas para delegados, conforme previsto no programa Paraná Seguro.

O governador destacou outras medidas executadas para a reestruturação da segurança pública. Ele ressaltou a melhoria das condições salariais dos policiais; a contratação de policiais; a instalação do Batalhão de Fronteira, em Marechal Cândido Rondon; e a implantação de sete Unidades Paraná Seguro (UPS) nos bairros mais violentos de Curitiba. 

Richa ainda apontou outras ações que estão em andamento na área como a aquisição de 3,2 mil viaturas com tecnologia embarcada, a implantação de 400 módulos policiais móveis, a construção de 95 delegacias e implantação de novos batalhões da Polícia Militar na região da capital.

Ele afirmou que já é possível ver resultados do esforço do governo, como a redução nas taxas de violência e homicídios. Os dados revelam que o índice de mortes violentas caiu 15% em Curitiba e 3,28% na região metropolitana, em comparação ao mesmo período do ano passado.

PROFESSORES – As 13.771 vagas do concurso para professores e pedagogos da rede estadual de ensino são para todas as disciplinas da matriz curricular e serão distribuídas nos 32 Núcleos Regionais de Educação. Os cargos são para 20 horas semanais com nível superior. “São investimentos concretos na melhoria do ensino público estadual na busca por uma educação de excelência”, afirmou Richa.

O vice-governador e secretário de Estado da Educação, Flávio Arns, disse já foram nomeados 17.261 mil profissionais da área da educação na atual gestão. Ele adiantou que também está em discussão a realização de concurso público para a contratação de agentes educacionais – secretários, agentes de leitura, inspetores de alunos e merendeiras.

AVANÇOS – O secretário estadual da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida Cesar, destacou que o Paraná tem obtido avanços desde o lançamento do programa Paraná Seguro, em agosto do ano passado. “Tudo o que foi alinhado e anunciado pelo governador como parte integrante do Paraná Seguro está sendo executado. Vivemos a maior revolução nas estruturas policiais do Paraná e asseguramos o maior salário em todo o Brasil para as categorias”, ressaltou.

O delegado-geral da Polícia Civil, Marcos Vinícius Michelotto, disse que com a realização do concurso o número de delegados no Paraná será dobrado. “A contratação vai suprir as 31 comarcas estaduais sem delegados, as delegacias da mulher e da divisão de narcóticos que serão instaladas no Estado”, disse.

“Hoje comemoramos o nosso passado e os avanços obtidos nesta gestão com a redução dos índices de criminalidades em algumas regiões e a contratação inédita de novos policiais”, afirmou o comandante geral da Polícia Militar, coronel Roberson Bondaruk.

Fonte: Agência de noticias do Paraná

                                        www.imagemfolheados.com.br/?a=26315  

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade