domingo, 19 de maio de 2013

Boatos de suspensão do Bolsa Família levou milhares de pessoas as Agencias da Caixa Econômica Federal


Rumor levou milhares a procurar a Caixa Econômica Federal neste fim de semana. No Rio de Janeiro e no Nordeste, agências foram depredadas


Um boato de suspensão do Bolsa Família, benefício distribuído pelo Governo Federal, destinado a famílias de baixa renda, levou milhares de pessoas do município de Campos as agências da Caixa Econômica Federal (CEF) da cidade neste domingo (19/05), causando alguns prejuízos, principalmente a agência de Guarus,onde um dos vidros da porta externa da agência estourou.  
Segunda a Polícia Militar, por causa do bato, centenas de pessoas se aglomeraram dentro da agência, na parte em que ficam os caixas eletrônicos e isso fez com que “desse ar” nos vidros, que se quebraram. Houve tumulto no local, pois grande parte das pessoas não conseguiu retirar dinheiro dos caixas.
De acordo com relatos da diarista Rubinete de Araújo Pessanha, ninguém foi informado que este domingo seria o último dia para receber antes do suposto cancelamento do benefício. Ele achegou na agência de Guarus por volta das 8hs e logo em seguida o local ficou repleta de gente.
“Isso aqui está um inferno desde cedo. Hoje meu filho tem sete anos eu demorei dois anos para conseguir o Bolsa Família, sofri em várias filas pra agora perder o benefício? Isso é errado com a população. Não tem ninguém pra informar nada, o segurança que abriu a porta pra gente foi embora por isso saiu briga aqui. Mulheres grávidas e idosos passaram mal por causa do calor”, disse.
Ainda segundo a diarista o tumulto teve início porque alguns caixas eletrônicos não estão aceitando alguns cartões, além de algumas pessoas estarem com mais de um cartão. “Tive que passar meu cartão quatro vezes para receber. As brigas começaram porque as pessoas estavam na fila, mas com mais de um cartão pegando o lugar de outras pessoas”, declarou. 
A aglomeração de pessoas aconteceu também nas agências do Centro (Boulevard Francisco de Paula), na Rua Tenente Coronel Cardoso, antiga Formosa e da Pelinca. Nesses locais a reclamação foi à falta de informação, de segurança e o ar-condicionado que também não estava funcionando, mas a Polícia que acautelava o local, disse que o gerente da agência da Formosa esteve no local e explicou que a suspensão do pagamento por seis meses era boato e que as pessoas vão receber normalmente o benefício. Falou também que irá reforçar a equipe de segurança. 
Derlane Moço Viana é mãe de três filhos e recebe o benefício desde abril deste ano. Ela recebe através de um documento fornecido pela Caixa Econômica, mas para sacar o dinheiro Derlane precisa se atendida por funcionário que só trabalham de segunda à sexta.
“Tenho três filhos e recebo o benefício desde abril deste ano na boca do caixa. Hoje não funciona esse tipo de atendimento e não sei o que vou fazer. Meu pagamento é feito mediante apresentação de documento”, contou Darlene Moço Viana.  
Mesmo com a informação de que não passava de um boato e que o benefício será pago normalmente, as pessoas não quiseram deixar as agências. Na agencia da Formosa a fila gigantesca estava chagando na Beira Valão. Já por volta das 15h50, os 19 caixas eletrônicos da agência do Centro acabou o dinheiro e as pessoas da fila tiveram que se deslocarem para outras agências.
A agência da Caixa Econômica Federal do município de São Francisco do Itabapoana também ficou repleta de pessoas que recebem o benefício do Bolsa Família.
FALSA INFORMAÇÃO
A falsa informação de que só seria possível sacar o benefício até este sábado (18/05) levou muitas pessoas às agências da Caixa Econômica Federal e dos Correios. A Presidência da República detectou a informação em estados como a Paraíba, o Amazonas, o Maranhão e o Rio de Janeiro. O boato se espalhou pelas redes sociais e há beneficiários perguntando se o Bolsa Família será suspenso ou cancelado.
A Caixa Econômica Federal e o MDS divulgaram notas negando qualquer mudança no calendário de pagamento e reafirmando a manutenção das regras do programa.
“O Ministério do Desenvolvimento Social informa que não há qualquer veracidade nos boatos relativos à suspensão ou interrupção dos pagamentos do Programa Bolsa Família. O MDS reafirma a continuidade do Bolsa Família, assegura que o calendário de pagamentos divulgado anteriormente está mantido e que não há qualquer possibilidade de alteração nas regras”, diz a nota do MDS.
”A Caixa Econômica Federal informa que o pagamento do Programa Bolsa Família ocorre normalmente de acordo com calendário estipulado pelo governo Federal”, diz a nota da Caixa.
O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, determinou que a Polícia Federal abra inquérito para apurar a origem do boato sobre a suspensão do Programa Bolsa Família, segundo o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).
O calendário de pagamento está no site www.caixa.gov.br e pode ser consultado pelo telefone 0800 726 0101. A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, vai dar uma coletiva sobre o assunto às 14h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade