sexta-feira, 24 de maio de 2013

Servidores do Recife decidiram deflagrar greve

0babcdd78fc11553ab795fa48065346a.jpg

Do NE10

Os servidores da Prefeitura do Recife (PCR) decidiram deflagrar greve nesta quinta-feira (23), após uma assembleia realizada no pátio da sede do executivo municipal. Só depois do prazo legal de 48h é que os profissionais poderão cruzar os braços por tempo indeterminado. Nesta sexta-feira (24) haverá uma nova rodada de negociação entre o Sindicato dos Servidores e Empregados Públicos da Administração Direta e Indireta da Prefeitura do Recife (Sindsepre), que representa 10.000 funcionários, e a PCR. Uma nova assembleia está agendada para a próxima segunda-feira (27), às 9h.

A mobilização envolve todos servidores da Administração Direta e Indireta da PCR. São funcionários da URB, Emlurb, CTTU, Iasc, Csurb, Dircon e servidores de todas as secretarias da prefeitura, incluindo trabalhadores de creches, Cemeis, Assistência Social e Defesa Civil.

Entre as reivindicações dos profissionais, estão o reajuste salarial de 19,32%, vale-refeição de R$ 22,25, vale-transporte em dinheiro, auxílio-creche e Pré-Escolar para todos os servidores no valor de R$ 250 e Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos (PCCV) para todos servidores da Administração Direta e Indireta. Novas adesões e ampliação da rede credenciada do Saúde Recife fecham a pauta unificada.
Segundo o dirigente sindical, cerca de 1,3 mil servidores participaram da assembleia de ontem. Ainda de acordo com ele, servidores da Empresa de Urbanização do Recife (URB) e da Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb), além da Guarda Municipal se mostraram mais cautelosos com a paralisa­ção. Já a maioria dos Auxiliares de Educação Infantil (ADIs) preferiu não esperar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade