quarta-feira, 12 de junho de 2013

AGENTES DE SAÚDE DO RECIFE QUEREM O PISO NACIONAL

Os servidores da saúde
lotaram o plenário da Câmara Municipal
para reivindicar o piso nacional.

                                Foto:Arq.Felixfilmes

          Agentes de saúde ganham R$ 673,00, mas querem receber R$ 952,00, equivalente ao piso nacional da categoria. De acordo com o vereador Gilberto Alves (PTN), o executivo ofereceu R$ 750,00 mais R$ 200,00 de gratificação, basicamente o piso reivindicado. No entanto, segundo ele, apesar do acordo firmado com lideranças do movimento, há divergências que ainda estão sendo sanadas entre eles.

                                   

        Raul Jungmann (PPS) saudou o plenário e convidou a todos para participar de uma audiência pública que ele vai realizar amanhã, a partir das 9 horas da manhã, no plenarinho da Câmara do Recife, para discutir sobre o Recife Saúde, plano de saúde, e Reciprev, plano de previdência dos servidores.  Ele disse que tem visitado os postos de sáude e constatado que as condições de trabalho são precárias. “Acompanho a luta desses profissionais e sei que precisam ser mais valorizados”.

                                   

        Aline Mariano (PSDB) acha que a saúde precisa ser respeitada. Informou que na legislatura passada também fez audiências públicas sobre os mesmos assuntos e não viu nada acontecer. “Estou com uma pauta de reivindicações da categoria para discutir com a bancada de oposição”.

                                 

           Henrique Leite (PT) salientou que a Câmara é intermediária da negociação, mas é a mesa quem conduz a negociação entre a prefeitura e o sindicato. “Categoria dividida favorece ao patrão. O importante é que eles se entendam”. 

                                   

        Gilberto Alves salientou ainda que a preocupação da Casa com a saúde é justa e coincide com a preocupação fundamental do governo. “Semana passada anunciamos um pacote para a saúde para atender melhor a população”.


Fonte: Câmara Municipal do Recife

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade