quarta-feira, 19 de junho de 2013

Sintras luta contra proposta de redução de salários dos servidores da saúde de Buriti

Escrito por: Sintras


O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Tocantins (SINTRAS) não aceitará a redução dos salários dos servidores municipais da saúde de Buriti do Tocantins em virtude de uma atitude vergonhosa do poder executivo municipal.

A prefeita Rúbia Rodrigues Amorim encaminhou à câmara de vereadores um projeto de Lei nº 006/2013, de 28 de maio de 2013, que dispõem sobre a Reorganização da Estrutura Organizacional Básica do Poder Executivo do município.

Pautado na sessão da última quinta-feira, 13, os vereadores retiraram do projeto os profissionais da saúde e deixaram para discussões posteriores, a pedido do Sintras e dos profissionais.

E nesta segunda-feira, 18, o sindicato encaminhará ofício solicitando a prefeita uma revisão do Projeto de Lei no que refere à redução dos vencimentos salariais dos servidores, o que contradiz o preceito constitucional.

No município já existe a Lei de nº 079 que dispõem sobre o Plano de Cargos Carreira e Vencimentos dos profissionais da saúde com prazo de vigência desde 7 de novembro de 2012, discutido e negociado pela diretoria do Sintras se o poder executivo fazer valer esta nova lei, irá sobrepor a outra lei que ainda está em vigência e assim desvalorizar os servidores com a redução salarial.

 “É inconstitucional a redução de salários de trabalhadores. Caso a prefeita continue com a atitude, o Sintras irá tomar as medidas cabíveis para impedir e se for preciso impetrar ação na justiça visando resolver o problema”, frisa o presidente Manoel Miranda.

CNTSS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade