quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Servidores de Maceió denunciam más condições de trabalho na Saúde


Categoria protesta contra falta de estrutura em unidades de saúde. Eles se mobilizam na porta da secretaria, no Centro.


              Protesto acontece na porta da Secretaria Muicopal de Saúde. (Foto: Roberta Cólen/ G1)

               Protesto acontece na porta da Secretaria Municipal de Saúde.
                      (Foto: Roberta Cólen/ G1)Do G1 AL

Funcionários de unidades de saúde de Maceió se reuniram na manhã desta quinta- feira (5) na porta da Secretaria Municipal, no Centro, para protestar contra as precárias condições de trabalho. Dezenas de pessoas protestam no local com faixas. Elas aguardam uma reunião com o novo secretário de Saúde, Jaelson Gomes.


Segundo o presidente do Sindicato dos Agentes de Saúde de Alagoas, Maurício Sarmento, 90% dos servidores estão parados por falta de condições de trabalho. "Além das medicações faltam itens básicos como lápis e papel", diz. Ainda de acordo com Sarmento, 70 unidades foram vistoriadas e em todas foram encontradas péssimas instalações. "Uma unidade funciona até debaixo da caixa d'água da Praça do Skate. Isso é um absurdo", reclamou.


"Dependendo da situação vamos ter um indicativo de greve porque pode ser a única solução. Estamos cansados de esperar", ressalta o presidente do sindicato.


A assessoria de comunicação da secretaria informou que o secretário está saindo de uma reunião no Ministério Público e, assim que chegar à secretaria, vai se reunir com uma comissão formada pelos representantes das categorias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade