segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

Falsos agentes de saúde roubam quase R$ 3 mil de idosa em Valadares

Além do dinheiro, casal de criminosos levou também pedras preciosas.


Uma mulher de 70 anos foi vítima de um golpe na manhã desta segunda-feira (9), em Governador Valadares, no Leste de Minas Gerais. A idosa contou à Polícia Militar (PM) que estava em casa quando um homem e uma mulher que se identificaram como agentes do Centro de Controle da Zoonose pediram para entrar e averiguar se na sua casa havia focos de dengue. Acostumada a receber visitas dos agentes, a mulher permitiu que eles entrassem.
De acordo com a PM, assim que entraram na casa, na Praça das Nações, no Bairro Grã Duquesa, os dois suspeitos agrediram, amordaçaram e amarraram a idosa com uma fita adesiva. A vítima contou ainda que foi ameaçada de morte com uma tesoura pelo casal que vestia uniforme do Centro de Controle de Zoonose. Segundo a mulher, foram roubadas pedras preciosas e cerca de R$ 2.900 em dinheiro.
A PM realiza buscas no local, mas nenhum suspeito foi encontrado até o momento. A vítima informou aos militares que durante a ação dos criminosos, eles teriam conversado entre eles e chamado um ao outro pelos nomes de Michele e Alan.
Por telefone, a assessoria de comunicação (ASCOM) da prefeitura de Valadares informou que o caso está sendo investigado pela polícia. Segundo a ASCOM, somente após o término das investigações será possível dizer se o casal pertence ou não ao quadro de funcionários do Centro de Controle de Zoonose.
Ainda de acordo com a assessoria, cada agente possui um crachá de identificação que deve ser exigido pelo morador, acompanhado de algum documento com foto do agente

Do G1 Vales de Minas Gerais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade