quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Reunião com Secretaria de Saúde traz indicativos sobre pauta dos servidores e ACS


Em reunião com o Sindsaúde, o secretário executivo da Secretaria de Saúde (Sesa), Acilon Gonçalves, tratou da pauta apresentada ao secretário de Saúde, Ciro Gomes, no final de novembro de 2013. Houve encaminhamentos e já na próxima terça-feira (28/1) nos reuniremos novamente. Veja os pontos:

Servidores de nível médio
1. Parcela Nominalmente Identificada (PNI): Acilon determinou ao novo chefe da área de RH da Sesa, José Maria, que levante os problemas com a PNI, sobretudo de quem tirou férias em novembro e dezembro de 2012 ou estava de licença permitida por lei. O secretário executivo afirmou que o assunto deve ser resolvido o mais rápido possível.


2. Redução/extinção de gratificações: ficou determinado que o RH da Sesa, junto com um representante do Sindsaúde, analisará todos os aspectos técnicos e legais das reduções e os apresentem em um relatório, o mais rápido possível.


Agentes de saúde

3. Mudança para o regime estatutário: o secretário determinou à assessoria jurídica que, em conjunto com a Procuradoria Geral de Justiça do Estado, emita parecer sobre este pedido.

4. Insalubridade: foi determinado ao chefe do setor de RH da Sesa que apresente estudo técnico sobre este assunto. O secretário executivo adiantou que, em seu entender, os ACS devem receber adicional de insalubridade, porém, com a denominação de risco de vida, tal como é pago aos  servidores públicos. Uma esperança para os agentes é o fato de Acilon, quando prefeito do município de Eusébio, ter instituído o adicional para os ACS. “Isso nos dá um bom indicativo da opinião dele sobre a pauta dos agentes”, reforça a presidente do Sindsaúde, Marta Brandão.


sindsaude-ce

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade