quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Agentes de saúde fazem protesto por aumento de salário em Santos

Cerca de 100 trabalhadores se reuniram em passeata no Centro da Cidade

Manifestantes se reuniram em frente
 à sede da contratante ASPPE
DE A TRIBUNA ON-LINE

Cerca de 100 agentes comunitários de saúde de Santos realizaram, na manhã desta quarta-feira (5), uma passeata pelo aumento de salário da categoria. 

Os manifestantes terminaram a caminhada na sede da Associação Santista de Pesquisa, Prevenção e Educação (ASPPE), parceira da Prefeitura. Antes de chegar à sede, na Rua Joaquim Távora, 93, os manifestantes passaram por outras vias do centro da Cidade, como Rua General Câmara, Rua João Pessoa e Avenida Senador Feijó.




O presidente do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde do Estado de São Paulo (Sindicomunitário), José Roberto Prebill, afirma que o aumento salarial pleiteado é de R$ 1.155. A ASPPE seria contra a implantação de um novo Acordo Coletivo de Trabalho. "Eles só querem pagar R$ 1.079, o que é ainda muito pouco”. 
Além do reajuste salarial, a categoria está reivindicando cesta básica no valor de R$ 380 e melhores condições de trabalho. 
No último dia 23 de julho, a categoria se reuniu em assembleia e decidiu realizar a passeata de hoje pelas ruas da cidade. 

Resposta
Em nota, a diretora-presidente da ASPPE, Tânia Maria Justo, informa que, "nos últimos 3 anos, o salário do agente comunitários de saúde recebeu uma majoração de 66%, sem contar reajustes nos valores da cesta básica paga mensalmente". 

Em 2013, segundo a ASPPE, o salário teve reajuste de 43,1%. Em 2014, o salário foi majorado 9% e, em 2015, os agentes teriam recebido reajuste de 6,4%. "Hoje o salário deles é de R$1079,00 e recebem cesta básica no valor de R$300,59", afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade