sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Olinda decreta situação de emergência contra o Aedes aegypti

Apenas este ano, foram notificados 3.823 casos suspeitos de dengue em Olinda


O prefeito de Olinda, Renildo Calheiros (PCdoB), decretou situação de emergência em saúde pública para enfrentar o mosquito Aedes aegypti. O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (11), na Vila Olímpica de Rio Doce.
O decreto permitirá mais rapidez nas ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, principal transmissor da dengue, chicungunha e zika vírus. Desta forma, a verba destinada ao combate será liberada sem tanta burocracia, ou seja, sem os trâmites de licitação. A medida foi tomada após o aumento de casos das doenças em Olinda e no Estado de Pernambuco. 
Apenas este ano, foram notificados 3.823 casos suspeitos de dengue em Olinda. Um número superior se comparado ao ano de 2014, que teve 836 notificações. No caso da chicungunha, 390 casos suspeitos foram notificados, nos quais, 205 tiveram sua confirmação. Já o zika vírus, teve três casos confirmados, porém, as notificações só começaram a ser estudadas após a ligação entre o vírus e a microcefalia. Acredita-se que alguns casos do zika vírus foram confundidos com dengue.

Do JC Online


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade