segunda-feira, 16 de maio de 2016

Sem local adequado de trabalho, agentes de saúde da Prefeitura de Palmas trabalham embaixo de um pé de caju


Agentes de Saúde da Prefeitura de Palmas lotados no Setor Bela Vista, região sul da capital, reivindicam uma sala apropriada para que possam realizar os afazeres da categoria. Uma árvore está servindo de sombra para que nove agentes façam preenchimento dos dados coletados durante todo o dia na capital. “A mesa que estamos tendo disponível fica do lado de fora. O único lugar que dá para ficar todo mundo é no quintal da unidade, embaixo de um pé de caju’, afirmou a agente de saúde, Francisca Alves.

De acordo com informações repassadas ao Conexão Tocantins por agentes de saúde, naquele setor, a falta de um local com estrutura adequada persiste há dois anos. Segundo Francisca, os agentes possuíam uma sala, porém, por prioridade, foi instalada uma sala de vacina. De acordo com ela, foi feita metragem de outro espaço para construção de uma sala aos agentes, mas, até o momento a sala não foi construída.

Os agentes de saúde também precisam de computadores para alimentação do sistema de dados, mas, segundo Francisca, não há equipamentos disponíveis. Joel Feitosa também é agente de saúde e confirmou aproximadamente dois anos sem ter uma sala adequada para realização do trabalho. Segundo ele, um engenheiro chegou a ir no local, isso há quase dois anos, para fazer medições, informando a implantação de uma sala, mas que até então a promessa não foi realizada. “Depois disso não vieram mais”, frisou.

Sindicato

O presidente do Sindicato dos Profissionais Agentes Comunitários de Saúde e dos Agentes de Combate as Endemias no Estado do Tocantins (Sindacen) Joueurdes José Vieira afirmou ao Conexão Tocantins que irá fazer uma visita in loco e que, após a vistoria, irá oficiar a Secretaria Municipal de Saúde. "Se a resposta não for positiva, o Sindicato pretende acionar o Ministério Público", disse.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade