sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Agentes de saúde reivindicam o reajuste de piso salarial nacional

Eles reivindicam o reajuste de piso nacional; reunião com o Gabinete Civil foi agendada para quarta-feira

Gabinete Civil agendou reunião para quarta-feira,
quando agentes irão apresentar reivindicação
FOTO: CORTESIA À GAZETAWEB
Dezenas de agentes comunitários de saúde participaram de uma manifestação, no final da manhã desta sexta-feira (19), à porta do Palácio República dos Palmares, no centro de Maceió. Eles cobravam a implantação de reajuste do piso nacional da categoria, aprovado por meio de emenda aditiva à Medida Provisória 712, de 29 de janeiro de 2016. Com o reajuste, o salário dos trabalhadores passaria a R$ 1.232,00, vigorando com efeito retroativo a 1º de março.

O piso nacional, que também vale para os agentes de endemias de todo o país que cumprem jornada de 40 horas semanais, foi sancionado em R$ 1.014,00 no ano de 2014. A presidente afastada Dilma Rousseff, no entanto, vetou dispositivos que tratavam do reajuste do valor, da organização das carreiras e do fortalecimento, pela União, das áreas de atuação destes profissionais.


O protesto ainda percorreu várias ruas da região central até os agentes, em caminhada, chegarem ao Palácio, onde exigiam uma audiência com o governador Renan Filho (PMDB). Porém, após o bloqueio de trecho da Rua Cincinato Pinto, os manifestantes foram informados de que o chefe do Executivo não poderia recebê-los, com uma reunião sendo agendada para a próxima quarta-feira, 24.

Segundo a assessoria do Gabinete Civil, o encontro do secretário Fábio Farias com uma comissão de agentes de saúde terá início às 11h, no mesmo Palácio República dos Palmares.


 Por Gazetaweb



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade