terça-feira, 18 de outubro de 2016

Saúde da Família passam por capacitação sobre o e-SUS


Fonte: http://180graus.com/

Os profissionais da Atenção Básica de Teresina estão sendo sempre atualizados sobre o funcionamento do e-SUS, plataforma que padroniza os dados dos usuários e torna o serviço mais eficiente por meio da informatização. Hoje (18), no laboratório de informática da Fundação Municipal de Saúde (FMS), eles passaram por um treinamento sobre a plataforma Prontuário Eletrônico do Cidadão (PEC), que passou por uma atualização recentemente.

A capacitação, que ocorre até a próxima quinta-feira (20) nos turnos manhã e tarde, está voltada para os médicos da Estratégia Saúde da Família (ESF) que atuam nas zonas Norte e Centro da cidade. “Estamos orientando e tirando dúvidas sobre as mudanças nesta nova versão do PEC, que foi lançado no início do mês e traz melhorias significativas para a qualidade do serviço”, conta Kledson Batista, gerente executivo de Saúde da Regional Centro-Norte, vinculada à FMS. “Trata-se de uma ferramenta que facilita o trabalho e otimiza o tempo de acompanhamento dos pacientes, além de permitir que tenhamos acesso a história clínica do paciente e de toda a família. Por isso, é importante que todos dominem seu funcionamento”, afirma.

O e-SUS é uma nova ferramenta de apoio à gestão que o Ministério da Saúde vem implantando no sistema de atenção básica em saúde a nível nacional. O sistema poderá ser utilizado pelas equipes do Programa de Melhoria do Acesso a Qualidade na Atenção Básica (PMAQ), do Núcleo de Apoio a Saúde da Família (NASF), do Consultório na Rua (CnR) e da Atenção Domiciliar (AD), desenvolvidos pelas equipes de Estratégia Saúde da Família (ESF).

O sistema está atualmente implementado em todas as Unidades Básicas de Saúde da capital, das quais 48 também já se utilizam do PEC – as demais usam outro modelo chamado Coleta de Dados Simplificada (CDS). “O e-SUS permite a realização de trabalhos direcionados, pois oferece dados precisos sobre o perfil e a situação de saúde da população, ajudando a gestão pública na tomada de decisões quando o assunto é saúde”, conta Smithanny Barros, diretora de Ações Assistenciais da FMS.

A versão 2.1 do e-SUS Atenção Básica foi lançada pelo Ministério da Saúde no início deste mês. A atualização traz melhorias significativas, tanto no PEC como na CDS. Traz ainda o aplicativo e-SUS AB Território, que foi desenvolvido pelo Ministério da Saúde para ser utilizado no processo de trabalho dos agentes de saúde (ACS/ACE/AAS).

O novo PEC possibilitará a geração do Cartão Nacional de Saúde em ambientes com conectividade e, ainda, o acesso ao módulo de acompanhamento da criança e o compartilhamento de prontuários que estejam em uma mesma instalação. Além disso, os relatórios indicam de quais fichas os dados são coletados e apresentam a descrição das informações contidas. A atualização apresenta ainda um novo design, com melhorias na folha de rosto do cidadão, nos relatórios e na administração do sistema, dentre outras mudanças.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade