terça-feira, 27 de março de 2018

Agentes comunitários de saúde do DF terão gratificação


Tony Winston/Agência Brasília
Cerca de 2 mil servidores que trabalham na saúde primária do Distrito Federal terão gratificações pelo desenvolvimento de suas atribuições. Os valores virão nos contracheques dos funcionários públicos a partir de abril.

Aprovado na Câmara Legislativa na tarde desta terça-feira (27/3), o Projeto de Lei nº 1.965/2018 trata do pagamento de gratificações aos agentes comunitários das equipes de saúde da família, bem como da concessão de forma isonômica da Parcela Autônoma de Integração ao Sistema Único de Saúde do DF (PaSUS) aos servidores do governo federal cedidos à Secretaria de Saúde do Distrito Federal.


















Um total de 1.050 agentes comunitários de saúde (ACSs) receberão cerca de 10% a mais em relação aos salários. Outras 780 pessoas que integram o Grupo de Condições Especiais de Trabalho Integrada (GCET) ganharão 20% sobre o menor vencimento das respectivas categorias.

O impacto orçamentário estimado pelo Governo do Distrito Federal é da ordem de R$ 12 milhões nos próximos oito meses e de R$ 19 milhões em 2019.

Nesta terça-feira, os deputados aprovaram ainda um crédito de R$ 2,8 milhões para o pagamento de bolsas a 1,2 mil famílias de catadores de material reciclável. O recurso é uma ajuda de custo para os trabalhadores, em decorrência de o Lixão da Estrutural ter sido desativado.


Fonte: https://www.metropoles.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade