sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Agentes comunitários de saúde do Rádio Clube irão atuar com tablets

Nesta sexta (17), eles receberam, na policlínica do bairro, os tablets (dispositivos móveis) que utilizarão em suas atividades após capacitação


Um total de 255 tablets está sendo distribuído aos profissionais
do processo de informatização da rede de atendimento,
o programa Integra SaúdeFoto: Susan Hortas/PMS
A partir de setembro, o trabalho de campo dos 26 agentes comunitários de saúde do Rádio Clube, que realizam cadastramento e acompanhamento dos moradores em suas casas, contará com o reforço da tecnologia. Nesta sexta (17), eles receberam, na policlínica do bairro, os tablets (dispositivos móveis) que utilizarão em suas atividades após capacitação.

Um total de 255 tablets está sendo distribuído aos profissionais dentro do processo de informatização da rede de atendimento, o programa Integra Saúde.


Do total de aparelhos, cinco foram cedidos pela Ultracargo, 112 pela empresa VLI e 138 adquiridos pela Prefeitura com investimento de R$ 218 mil de emendas parlamentares. "Estamos buscando os melhores equipamentos para vocês poderem fazer as tarefas da melhor forma. Com os tablets, será possível até registrar as condições dos pacientes com uso de fotos", disse o secretário de Saúde, Fábio Ferraz, destacando o apoio da Câmara Municipal na informatização das unidades.






















A mesma opinião é compartilhada pela agente comunitária Luiza Gomes de Freitas Gama, 36 anos, que há seis anos atua na função, sendo os últimos três meses após seleção em concurso. "Vai facilitar nosso trabalho porque não vamos precisar levar e preencher fichas e faremos as visitas de forma mais prática".

A utilização de tablets pelos agentes teve início de forma piloto na Policlínica do Monte Serrat. A partir de junho deste ano, está sendo estendida gradativamente aos profissionais das 31 policlínicas da rede municipal – atualmente, a Atenção Básica conta com 249 agentes comunitários de saúde.

Anteriormente, receberam os aparelhos e foram capacitados 102 agentes das policlínicas do Piratininga, Morro Santa Maria, Jabaquara, São Jorge/Caneleira, Vila Mathias, Vila Progresso, Penha, Areia Branca, Embaré, Alemoa, Marapé e Bom Retiro.

Fonte: http://www.diariodolitoral.com.br




Ajude-nos a manter este SITE e projeto, fazendo uma doação via PAYPAL ou PAGSEGURO

                          




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade