sexta-feira, 17 de agosto de 2018

Agentes comunitários de saúde entram em greve em Campos, RJ, e pedem melhorias


Segundo o sindicato, os agentes estão sem equipamento de proteção individual, sem material de trabalho e reivindicam equiparação salarial com os agentes de endemias e melhorias nos postos de saúde.

Por G1, Campos dos Goytacazes

Os agentes comunitários de saúde da Prefeitura de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense, entraram em greve. Segundo o sindicato, são 222 agentes na cidade e 70% da categoria está parada desde quarta-feira (15).

Ainda segundo o sindicato, os agentes estão sem equipamento de proteção individual, sem material de trabalho e reivindicam equiparação salarial com os agentes de endemias e melhorias nos postos de saúde.

Os agentes comunitários de saúde trabalham visitando as casas das pessoas e cadastrando pacientes que necessitam de consultas, atendimento médico e medicamentos.






















Em nota, a Secretaria de Saúde informou que tem se reunido com o sindicato representante dos agentes e o diálogo é mantido no intuito de atender as solicitações do segmento, dentro das possibilidades municipais.

A secretaria também explicou que algumas das solicitações feitas pelo sindicato estão em andamento, como a licitação para aquisição de nova remessa de equipamento de proteção individual, que de acordo com o órgão já está bem próxima de ser concluída.

A Prefeitura de Campos divulgou que permanece aberta ao diálogo com os servidores municipais como um todo.




Ajude-nos a manter este SITE e projeto, fazendo uma doação via PAYPAL ou PAGSEGURO

                          




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade