sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

Em Amarante, agentes de Endemias passam a integrar as equipes de Estratégia de Saúde da Família


As equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) de Amarante vão ter como novos membros os agentes de Endemias. O momento de integração entre eles e os agentes de Saúde aconteceu na manhã desta sexta-feira (18) na Câmara de Vereadores.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, a mudança vai possibilitar avanços no alcance de metas, principalmente as relacionadas ao combate ao Aedes Aegypti, mosquito transmissor da Dengue, Zika e Chicungunya.


Essa ação vai possibilitar melhoria no alcance da integralidade a nível local. É muito importante que Vigilância em Saúde e Atenção Básica trabalhem de forma integrada”, disse a assessora em Saúde, Margareth Sousa Pimentel Lopes.


Continua após a publicidade...

















De acordo com o prefeito Diego Teixeira, a medida é um importante passo no combate ao Aedes Aegypti. ” os agentes de Endemias vão estar inseridos nas equipes de Estratégia de Saúde da Família para fortalecer o alcance de metas relacionadas ao combate à Dengue, Chicungunya e Zika. O nosso propósito é zerar esse índice de infestação em todo o município. Quero parabenizar à Secretaria Municipal de Saúde por esse importante passo dado e aos profissionais que organizaram e conduziram o evento”, afirmou o prefeito.

A falta de integração entre as vigilãncias Ambiental, Epidemiológica e Sanitária com a Atenção Básica, segundo Margareth, tem dificultado muito no alcance da integralidade em nível local.

“Isso tem dificultado muito, principalmente no alcance da integralidade a nível local. É muito importante que a gente trabalhe essas ações de forma integrada: Vigilância em Saúde e Atenção Básica. Hoje foi apresentada a eles (agentes de Saúde e Endemias) a forma de integração e quais são os processos de trabalho que vamos colocar a partir de agora”, finalizou Margareth.

A condução da integração entre agentes de Endemias e de Saúde foi feita pela bióloga e especialista em Meio Ambiente, Dorisvânia Leal de Carvalho.


Fonte: https://somosnoticia.com.br/








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.