quinta-feira, 21 de maio de 2015

Agentes de saúde protestam por pagamento de piso nacional e entram em greve em Viana

Os agentes informaram que entraram em greve a partir desta terça-feira (19). São cerca de 170 profissionais que vão cruzar os braços, diz o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde no Estado

Os manifestantes se concentraram na frente da sede da prefeitura de Viana, na Grande Vitória (Crédito: Luciano Coelho/WhatsApp Folha Vitória)
Fonte: Folha Vitória

Cerca de 150 agentes comunitários de saúde e agentes de combate à endemias de Viana, na Grande Vitória, protestaram na manhã desta terça-feira (19), em frente à sede da prefeitura do município. Este é o segundo protesto em menos de um mês.

Os agentes informaram que entraram em greve a partir desta terça-feira (19). São cerca de 170 profissionais que vão cruzar os braços, segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde no Espírito Santo (Sindisaúde-ES). Com faixas, e carro de som, os manifestantes interditaram parcialmente a Avenida Florentino Avidos, no Centro de Viana.
Os manifestantes pedem o cumprimento da lei federal número 12.994, aprovada em junho de 2014, que determina o piso nacional da categoria. A lei determina um salário-base no valor de R$ 1.014, mas a prefeitura de Viana paga R$ 750, segundo a categoria.
Os agentes afirmam que não veem uma negociação efetiva com a prefeitura. "Houve um reajuste de R$ 750 para R$ 800, mas queremos que a lei federal seja respeitada. Não tem sequer uma proposta, uma negociação", diz o diretor da secretaria de condições de trabalho do Sindisaúde-ES, Anderson Alves.
Em nota, a Secretaria de Saúde de Viana informou que aguarda a homologação da lei federal e que tem mantido diálogo com a categoria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade