quinta-feira, 10 de março de 2016

Agentes de Saúde de Criciúma usarão tablets no trabalho


(foto: Neka Dal Pont)
A partir de agora, os atendimentos domiciliares realizados pelos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) de Criciúma, terão um incremento. Os dados que eram preenchidos à mão, passarão a ser informatizados, com o auxílio de tablets, que foram entregues nesta semana para mais de 230 profissionais. A Administração Municipal investiu aproximadamente R$ 280 mil, em 300 tablets, já há equipamentos reservados para futuras nomeações nas aprovações de concurso público.

Segundo o prefeito, Márcio Búrigo, a aquisição dos tablets mostra a importância das atividades que as ACS realizam no município. “A função das agentes de saúde é muito importante para o município, pois elas aproximam o cidadão da administração, coletando dados para os indicadores de saúde e repassando informações e orientações. Elas agem lá para que possamos dar respostas rápidas e eficientes. Esses profissionais hoje recebem equipamentos de tecnologia de ponta, a modernidade à favor da saúde. Queremos proporcionar ao cidadão uma saúde de qualidade, e essa tecnologia fará com que avance nesse sentido”, comenta. Búrigo destaca ainda que a saúde de Criciúma está quase 100% informatizada dentro das unidades de saúde.

Durante a semana, todos os agentes comunitários estão passando por capacitações e treinamentos com os profissionais da Diretoria Executiva de Tecnologia e Informação, onde vão entender a aprender o sistema e as funcionalidades dos novos equipamentos.


Com um sistema informatizado é possível obter um registro amplo e com dados definidos, ter maior controle e monitoramento das equipes por meio da análise dos dados coletados. “A chegada dos equipamentos mostra evolução no sistema de saúde. Esse será um facilitador nos serviços prestados pelas agentes de saúde. Todas ficarão familiarizadas com os tabletes antes de colocar em prática. Para que a ferramenta seja eficiente é necessário preparo, serão quatro horas de capacitação”, o diretor de Tecnologia e Informação, Júlio Feldmann.

A partir de agora, todos os dados colhidos nas casas em cada barro da cidade ficarão armazenados nos tablets, e será possível acompanhar mais detalhadamente o atendimento realizado pelo agente. “Esse tablet é uma forma de fazer com que o serviço público se equipare com o privado, esse é o sentido do nosso trabalho. Minha felicidade não é apenas pela melhora no atendimento, mas por ver que nossos profissionais estão recebendo um auxílio que vai alterar a rotina de trabalho deles, que antes tinham que preencher fichas, e depois repassá-las para o computador. Esse é um ganho que vai refletir na vida profissional de cada um, é um investimento importante que a municipalidade faz para melhorar as ações na área da saúde, desburocratizando o trabalho das agentes comunitárias de saúde”, salienta o secretário municipal de Saúde, Vitor Benincá.

Trabalho facilitado

Para Administração Municipal, com a informatização do sistema, será possível avançar em ampliação e na melhoria da qualidade do acesso da Atenção Primária em Saúde e o fortalecimento desse serviço.

Para a agente comunitária de saúde, que atua na unidade básica do bairro paraíso, Jéssica Honorato Estork, com a chegada desta tecnologia será possível ter mais agilidade e resolutividade nos serviços prestados. “Com a chegada do tablet poderemos organizar melhor os serviços e obter um registro amplo e com dados bem definidos. Dessa forma não perderemos mais tem preenchendo folhas para depois serem passadas para o computador. Essa evolução é ótima e com certeza vai trazer avanços positivos na saúde como um todo, mas principalmente em apoio a população”, diz Jéssica.

(Secom/PMC)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade