sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Servidores e agentes de saúde se unem em ato por reajuste salarial


 
Agentes de saúde e servidores do Estado de vários segmentos realizaram, na última quinta feira (18/08), um ato em frente ao Palácio da Abolição. A Avenida Barão de Studart foi fechada e o trânsito ficou interditado nos dois sentidos durante toda a manhã. O ato foi para cobrar do governador Camilo Santana a reposição salarial. Com data base em janeiro, os servidores já somam 231 dias sem reajuste.

Ao final da manhã, uma comissão foi recebida por representantes do Governo para tratar sobre a pauta de reivindicações. Entre os representantes dos trabalhadores que participaram da reunião estavam a coordenadora do Fuaspec, Eliene Uchôa; e a dirigente do Sindsaúde, Solange Ponte. Elas foram recebidas pelo secretário Nelson Martins e pelo chefe de gabinete, Hélcio Batista.

O recado foi direto: não há nenhuma intenção de oferecer reajuste nem para servidores nem para os ACS, o que deve se repetir no ano que vem. Para a presidente do Sindsaúde, Marta Brandão, é preciso se manter firme na luta e resistir. O agente de saúde e o servidor público estadual não podem pagar essa conta. “Vamos persistir na luta, se organizar ainda mais e resistir”, concluiu.

Fonte: Sindsaúde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade