quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Agentes da Vigilância Ambiental pedem pagamento de salários atrasados

Profissionais informam que ordenado do mês de outubro ainda não foi depositado


Fotografada por Felipe Rodrigues
Agentes reclamam que o problema se arrasta por meses
- Felipe Rodrigues
Agentes da Vigilância Ambiental estão preocupados com a chegada do mês de dezembro. De acordo com eles, não há previsão de pagamento do 13º salário. Além disso, o pagamento do mês de outubro ainda não foi depositado. Ontem, eles se reuniram na porta da Secretaria de Saúde para saberem sobre os seus direitos.
Segundo a coordenadora de grupo, Neide Aparecida Andrade, o repasse da verba destinada aos pagamentos foi feita pela metade. “Somente quem trabalha nos Postos de Saúde recebeu, nós não temos nem previsão. Estamos com medo de não receber o mês de dezembro nem o 13º por causa da mudança de governo e do fim de contrato da OS”, analisa a profissional, ela ainda acrescenta que depois da Secretaria de Saúde os profissionais foram para a Organização Social (OS) onde foram informados que o pagamento seria feito hoje. 

A agente de combate a vetores, Maria Rosália da Silva adianta que no próximo dia quatro os funcionários irão começar um manifesto solicitando um Natal digno. “Tem funcionários com várias contas atrasadas, com ordem de despejo, muitos são pais, mães de família, sem pagamento e sem condições de dar um Natal digno para seus filhos”, destaca.
O agente de saúde Bruno Câmara comenta que todo mês é a mesma novela para receber o salário. “Já estamos cansados desse jogo de empurra. A população precisa do nosso trabalho, o salário é o resultado disso”, comentou.
A supervisora Miriam Batista, diz que recentemente os agentes realizaram o Levantamento Rápido do Índice de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa). Desse trabalho, segundo ela, sai a verba para manter o programa em atividade. “Mandamos o relatório para o governo federal, e eles enviam a verba para o programa continuar sendo feito. Mas nós não temos material básico para trabalhar. Onde vai o dinheiro?”, indaga a funcionária.
Através de nota, a Secretaria de Saúde informou que foi repassado a OS o valor do Fundo Nacional de Saúde que, de acordo com a secretaria, é suficiente para quitar os vencimentos dos funcionários de maneira integral. A secretaria informou ainda que vai verificar com a OS o motivo do pagamento não ter sido efetuado ainda.


Fonte: http://avozdacidade.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Use comentários moderados sem ofensas ou palavrões, comentários ofensivos não serão publicados.

Publicidade